As artes se atraem…

Os olhares para mim simbolizam a mais profunda busca de mundos internos, engraçado tentarmos decifrar o próximo passo… decisão… pensamento… quando no final lidamos com leis mais complexas que nós mesmos. Por que não ser um dos astros que orbita nas profundezas um do outro?

Pensando bem, cada universo tem seu jeito de ser, não sou um dos mais conhecedores acerca do assunto. Porém de Van Gogh para uma noite estrelada… Amei conhecer poucos átomos das tuas constelações. Sou franco a comentar o quanto nem todos estão dispostos a conhecer novas terras e enfrentar seus medos. Aliás, se eu perguntasse agora, sem ninguém nunca ter pisado lá. Quem gostaria de ir à Lua nesse exato momento?

Imagem

Muitos responderiam que “não” e poucos diriam que “sim”- resposta bem óbvia né?. Sim, essa pergunta tem intenção… Assim como novas terras e medos; escrever é um processo solitário(Sabes bem disso), todavia, cada: Texto, parágrafo, palavra e letras… são espécie de lugares para desbravar. E tem que ter coragem, aliás quase ninguém entende o que está escrito nas entrelinhas.

Ainda mais quando você começa a se despir na frente da pessoa– É lógico que pelas palavras- não pense besteira em!- uma sensação de te verem como és de corpo e alma. Interno e externo. Correndo ou parado. No automático ou presente. Entretanto sempre com o que cada um carrega consigo: amor, autenticidade e essência.

Ache incrível conhecer teu universo particular; é lindo saber que existe vida dentro de ti. Te assemelhas muito as plantinhas, afinal já vistes como elas conseguem viver em ambientes extremos ?

A vida tem dessas de mover o cosmo e fazer com que cada universo aja da sua maneira. E sério, continue escrevendo esse filme a cada explosão nossa.

Ainda não conseguimos explicar a natureza e o universo– talvez nós nunca consigamos- até lá não deixa de trazer teu próprio mundo, universo e paz para onde tua arte possa alcançar.

E sobre mim, bom… apenas sou o cara que escreve umas coisas legais e presta atenção nos momentos. Te mostrando que uma corrida pode ser rápida, mas o simbolismo deixa marcas em nossos pequenos infinitos.

” E não é que as artes se atraem?”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s